StringBuffer, StringBuilder e String

Introdução Durante o desenvolvimento de software, é comum a necessidade de armazenar uma sequência de caracteres em uma variável. Em Java, esse armazenamento é feito por meio da classe String, porém assim como em outras linguagens, no Java as Strings são constantes e uma vez criada, seu valor não pode ser modificado. Isso significa que … Continue lendo StringBuffer, StringBuilder e String

Criando um Projeto JavaServer Faces

Introdução No artigo Ciclo de Vida JavaServer Faces foi apresentado o conceito do funcionamento da tecnologia passando primeiramente por uma visão geral e depois foi explicado detalhadamente cada fase do ciclo de vida. Neste artigo será apresentado como criar um projeto JavaServer Faces desde a instalação e configuração do ambiente de desenvolvimento até a criação … Continue lendo Criando um Projeto JavaServer Faces

Ciclo de Vida JavaServer Faces

JavaServer Faces é um framework de visualização para aplicações Web que vem ganhando espaço entre os desenvolvedores JavaEE, neste link http://groups.google.com/group/javasf/web/empresas-instiuies-que-usam-jsf-no-brasil?pli=1 existe uma lista das empresas e instituições que utilizam JSF. A comunidade a cerca deste assunto também vem crescendo, por exemplo, no grupo javasf http://groups.google.com/group/javasf?pli=1, que nada mais é do que uma lista de discussão pode ser econtrado material e ajuda. Neste post será exibido primeiramente uma visão geral e depois um detalhamento sobre o funcionamento de todas as fases da versão 1.2 deste framework. É fato que para trabalhar com JavaServer Faces(JSF) não é necessário entender ou conhecer o funcionamento de seu ciclo de vida, no entanto entende-lo aumenta a produtividade e facilita na detecção de problemas durante o desenvolvimento.

Web Services com Resteasy

REST ou Representational State Transfer surgiu em uma tese de doutorado escrita por Roy Fielding, diferente do padrão SOAP onde a comunicação ocorre por meio de um arquivo XML(mensagens) denominado WSDL, REST tira o máximo de proveito possível do protocolo HTTP com suas possíveis ações GET, POST, PUT e DELETE e conta ainda com o … Continue lendo Web Services com Resteasy

Consumindo WebService(Axis) com Android

Para consumir um WebService utilizaremos o ksoap, efetue o download no seguinte link: aqui, não se esqueça de adicionar o jar ao Build Path. Primeiramente é necessário adicionar a permissão de acesso a Internet no AndroidManifest.xml, adicione a seguinte configuração entre as tags Para consumir o serviço escreva o seguinte código: Dúvidas ou sugestões? Deixe … Continue lendo Consumindo WebService(Axis) com Android